27 3024-0006     27 99647-3180        

CIRURGIAS & PROCEDIMENTOS

A cirurgia de Catarata é um dos procedimentos mais seguros e eficazes da atualidade. Consiste na retirada do cristalino (lente natural do olho), para implante de uma lente intraocular.

Quais são as indicações da cirurgia?

A cirurgia de Catarata é indicada para todos os estágios da doença. Quanto mais cedo for descoberta, mais rápida será a recuperação e menores serão as chances de complicação durante o procedimento.

Quais são os procedimentos cirúrgicos?

A cirurgia pode ser realizada por meio do método de facoemulsificação, que consiste em uma pequena incisão no olho, fragmentando o cristalino opaco em pedaços bem pequenos, que são aspirados imediatamente.

Outro procedimento oferecido pelo IVES é o Laser Femtosegundo. Mais precisa e controlada, a técnica elimina a utilização de bisturis.

O equipamento atua de forma personalizada e, de acordo com as imagens fornecidas em tempo real, faz as incisões necessárias e a fragmentação da parte interna do cristalino. Com precisão, o cristalino é retirado e substituído por uma lente.

A cirurgia de catarata causa dor?

Não, pois é aplicada anestesia local, por meio de colírio.   

Qual o tempo da cirurgia e da recuperação?

A cirurgia dura aproximadamente 15 minutos. O pós-operatório será mais tranquilo se o paciente repousar e evitar movimentos bruscos com a cabeça, não comprimir ou coçar a região operada, evitar ambientes quentes e poluídos e proteger o olho de vapor, poeira, vento, shampoo, sabão.

Orientações ao paciente

Caso o paciente sinta dor, apresente olho vermelho ou qualquer outro desconforto após a cirurgia, o médico deve ser comunicado imediatamente. O acompanhamento pós-operatório e as consultas agendadas devem ser seguidos à risca.

Crosslinking da Córnea

Procedimento que aumenta a resistência e a estabilidade da córnea e tem como finalidade impedir a progressão do ceratocone.

Quais são as indicações da cirurgia?

A cirurgia de Crosslink tem as seguintes indicações:

Ceratocone: doença congênita que se caracteriza pelo afinamento e encurvamento progressivos da córnea, assumindo um formato parecido com um cone e levando à baixa progressiva da visão. Está indicada nos casos de progressão documentada da doença.

Ectasia Pós-Lasik: alteração da córnea induzida pelo Lasik (cirurgia a laser para correção da miopia), caracterizada pelo seu afinamento e encurvamento, e baixa de visão progressiva.

Quais são os procedimentos cirúrgicos?

Após a aplicação do colírio anestésico e preparos iniciais da córnea, é empregado o colírio de vitamina B2 que, associado à luz UVA emitida por uma fonte, aumenta a ligação das fibras de colágeno da córnea.

A cirurgia causa dor?

O procedimento é realizado com aplicação de colírio anestésico e não causa dor.

Qual o tempo da cirurgia e da recuperação?

O procedimento dura cerca de uma hora. A recuperação é gradativa e deve ser avaliada mensalmente até o terceiro mês para comprovação de efeito.

Implante de Anel Intraestromal

Outra técnica disponível para o tratamento do Ceratocone é o Implante de Anel Intraestromal. A cirurgia é uma das alternativas para evitar que o paciente evolua para o  transplante de córnea.

Quais são as indicações da cirurgia? 

O implante é recomendado para os casos de Ceratocone que têm baixa visão com óculos de grau ou lentes de contato ou ainda intolerância às lentes de contato, e que ainda não têm indicação para transplante de córnea. 

Quais são os procedimentos cirúrgicos? 

É aplicada anestesia local por meio de colírio, sem necessidade de internação. O procedimento é feito com o uso de laser de alta precisão, o laser de femtosegundo, que cria um túnel no interior da córnea. Em seguida, acontece o implante de 1 ou 2 seguimentos de anel.

Qual o tempo da cirurgia e da recuperação?

A cirurgia dura em média 30 minutos. A recuperação é rápida e o paciente percebe melhora na visão nos primeiros dias. O tempo de acompanhamento para avaliação do resultado da cirurgia é de três meses.

Orientações ao paciente: 

O uso de lente de contato deve ser suspenso um dia antes do procedimento.

A cirurgia de glaucoma tem como objetivo diminuir e controlar a pressão ocular, evitando o aumento das lesões no nervo óptico. Consequentemente, ajuda a preservar a acuidade visual.

Quais são as indicações da cirurgia?

A cirurgia é indicada para os casos em que a pressão ocular não consegue ser controlada com o uso de medicamentos.

A cirurgia causa dor?

Não, pois é aplicada anestesia. No pós-operatório, o paciente pode apresentar certo desconforto, como sensação de olho seco ou como se tivesse um pequeno grão de areia nos olhos.

Quais são os riscos?

Como em todo procedimento cirúrgico, podem ocorrer complicações, que irão depender da gravidade do glaucoma. Porém, os riscos são muito baixos em comparação aos benefícios. O glaucoma é uma doença crítica que, se não tratada ou operada, leva à cegueira total e definitiva.

Qual o tempo da cirurgia e da recuperação?

O tempo de cirurgia irá depender da técnica utilizada, variando de 40 a 50 minutos. A recuperação pós-operatória segue o mesmo critério, e pode se dar em alguns dias ou em algumas semanas.

Orientações ao paciente

Após o procedimento, o paciente deve ter cuidados básicos de higiene e usar colírios, conforme orientação médica, por aproximadamente 30 dias.

Mesmo após uma cirurgia bem-sucedida, o acompanhamento deve ser contínuo e permanente, pois o glaucoma é uma doença crônica.

O pterígio é caracterizado pelo aparecimento de uma membrana fibrovascular sobre a córnea, que invade a superfície do olho e avança em direção ao centro, podendo atingir a pupila. O procedimento cirúrgico consiste na retirada dessa membrana.

Quais são as indicações da cirurgia?

A cirurgia para pterígio é indicada quando o tecido cresce de forma excessiva, quando causa desconforto que não melhora com o tratamento clínico, para melhora estética e/ou quando a capacidade visual é prejudicada.

Como é o procedimento cirúrgico?

Essa cirurgia é feita sob anestesia local, dura cerca de 30 minutos e consiste na remoção da membrana fibrovascular, seguida de um transplante de conjuntiva para recobrir o local da lesão.

Hoje, o procedimento pode ser realizado sem a necessidade de pontos, usando a cola de fibrina para a fixação do transplante de conjuntiva.

Cirurgia Refrativa a laser

A cirurgia Refrativa a laser é realizada de forma personalizada e com os mais modernos equipamentos de precisão. Pode ser utilizada para corrigir miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia (vista cansada).

Quais são as indicações da cirurgia?

Indicada para pessoas com mais de 20 anos que desejam não ter dependência dos óculos, que não tenham doenças oculares ou apresentem contraindicações nos exames pré-operatórios.

A cirurgia refrativa a laser causa dor?

Durante a cirurgia não há dor, pois os olhos são anestesiados com colírios. No pós-operatório, dependendo da técnica envolvida, poderá haver desconforto por poucos dias.

Quais são os riscos?

Os riscos são mínimos, pois antes de indicar ou realizar o procedimento, o oftalmologista faz uma avaliação detalhada, baseada em vários exames específicos para planejamento, prognóstico e diagnóstico de possíveis contraindicações. A cirurgia refrativa no IVES é realizada dentro dos mais rigorosos protocolos de segurança e com equipamentos de última geração.

Qual o tempo da cirurgia e da recuperação?

O procedimento tem duração média de 10 minutos para ambos os olhos, podendo variar de acordo com a técnica escolhida. O paciente poderá retornar às atividades de 1 a 3 dias após a cirurgia. 

Lente intraocular fácica (LIO fácica)

Alguns pacientes apresentam características que contraindicam a cirurgia com laser como, por exemplo, graus elevados e córneas muito curvas ou finas. Pessoas com estas limitações também podem se livrar dos óculos por meio do implante das lentes intraoculares (LIO). A cirurgia é rápida, segura e os resultados são surpreendentes.

Quais são as indicações da cirurgia?

Indicada para pacientes com altos graus de miopia e hipermetropia, pois o procedimento é capaz de corrigir miopias de até 18 graus e hipermetropias de até 10 graus. Casos de astigmatismo e hipermetropia grave também podem ser corrigidos com as lentes intraoculares.

Qual o tempo da cirurgia e da recuperação?

Na maioria dos casos, a cirurgia dura cerca de 30 minutos em cada olho. A recuperação é tranquila, porém o paciente deverá evitar esforços físicos por 15 dias.

Cirurgia de Descolamento de Retina:

O tratamento de Descolamento de Retina envolve o reposicionamento da retina no local de origem. O procedimento pode ser feito por vários métodos. O mais apropriado será definido após a realização dos exames necessários.

Quais são as indicações da cirurgia?

Na maioria das vezes o tratamento é cirúrgico. A escolha do método dependerá do estágio da doença no momento do exame oftalmológico.A

cirurgia causa dor?

Não, pois é feita com anestesia. No pós-operatório, é possível que haja certo desconforto. Para estes casos, são prescritos analgésicos e/ou anti-inflamatórios.

Quais são os riscos?

Como em qualquer intervenção cirúrgica, existem riscos, porém são extremamente baixos. Raramente ocorre o redescolamento de retina. Por isso, o acompanhamento médico é fundamental.

Qual o tempo da cirurgia e da recuperação?

O tempo da cirurgia depende do método definido pelo médico, variando de 10 minutos a 1 hora. A recuperação ocorre entre 7 e 15 dias, dependendo do caso

Orientações ao paciente

Após a cirurgia, o paciente deve ficar em repouso, usar corretamente os medicamentos prescritos e retornar periodicamente ao consultório.

Os avanços na área da oftalmologia permitiram a melhora e a devolução da visão a diversas pessoas. Um desses avanços é o uso da injeção intravítrea de antiangiogênico, utilizada para o tratamento de diferentes doenças que afetam a retina. Essa técnica revolucionou o tratamento oftalmológico e ajuda a salvar a visão de milhares de pacientes no mundo todo. Ela gera muito pouco desconforto e é bastante segura. Nas injeções intravítreas, de modo geral, a medicação é aplicada diretamente no vítreo (região interna e posterior do olho). Existem 2 tipos principais de medicamentos: os antiangiogênicos (que impedem a formação de novos vasos sanguíneos doentes) e os corticoides (anti-inflamatórios). Tanto os corticoides quanto os antiangiogênicos são aplicados para o controle de doenças que levam ao edema ou hemorragia da mácula (região central da retina). O procedimento dura poucos minutos.

A fotocoagulação a laser é um procedimento oftalmológico realizado de maneira rotineira no consultório, que tem como finalidade o tratamento de diversas doenças dos olhos, sobretudo doenças vasculares, com objetivo principal de preservar a visão.

O laser emite um intenso feixe de luz sobre as células do epitélio pigmentado da retina, a qual converte-se em energia térmica, aumentando a temperatura do local onde é aplicado. A abrasão do tecido provoca desnaturação das proteínas, com consequente coagulação e formação de tecido de cicatrização.Todo esse procedimento ajuda a reduzir a formação de vasos sanguíneos anômalos na retina, responsável por causar diversas doenças como o glaucoma neovascular e a retinopatia diabética.

Transplante de Córnea:

O transplante de córnea é uma cirurgia que substitui a córnea doente por outra saudável.

Quais são as indicações da cirurgia?

Ceratocone doença congênita que se caracteriza pelo afinamento e encurvamento progressivos da córnea, assumindo um formato de cone e levando à baixa progressiva da visão.

Edemas da córnea causados por doenças congênitas e complicações após cirurgias intraoculares;

Traumatismos oculares: causados principalmente por acidentes de trabalho;

Doenças metabólicas ou degenerações de origem desconhecida.

Qual o tempo da cirurgia?

O tempo médio da cirurgia é de uma hora.

Este transplante pode mudar a cor dos olhos?

Por ser um tecido transparente, o transplante de córnea não influencia na cor dos olhos.

Doação de Córnea:Quem pode ser doador de córnea?Após o falecimento, todas as pessoas são potenciais doadores. Entretanto, é realizada uma análise sobre a causa da morte, idade e se a família autoriza a doação.Qual o limite de idade para ser doador de córnea?A legislação vigente estabelece o limite entre dois e 80 anos.O que a pessoa deve fazer para ser doadora?

O potencial doador de córnea deve manifestar o interesse e informar a família. Após a morte, os familiares devem comunicar o médico responsável para que sejam tomados os procedimentos necessários.

A pessoa que possui alguma deficiência nos olhos pode ser doadora?

Como a córnea é avaliada antes do transplante para o receptor, mesmo que a pessoa tenha alguma doença nos olhos poderá ser doadora.

É possível escolher para quem a córnea será destinada?

Não. A Lei de Doação de Órgãos estipula uma lista única para cadastro de receptores, que deve ser seguida conforme ordem de inclusão ou urgência.